Sempre disse que deixaria o Arsenal completamente: Arsene Wenger explica por que nunca retornará ao Emirates Stadium depois de deixar o clube como técnico em 2018

0
291

O francês de 70 anos passou 22 anos no comando do Gunners, tornando-se o técnico mais antigo da história da Premier League, derrotando Sir Alex Ferguson por nove meses.

Durante seu mandato, ele conquistou três títulos da Premier League e sete copas da FA, mas afirma que sua decisão de se aposentar significou retirar-se inteiramente de seu antigo time.

HONRAS ARSENAIS DE ARSENE WENGER

Liga Premier (3): 1997-98, 2001-02, 2003-04

Taça FA (7): 1998, 2002, 2003, 2005, 2014, 2015, 2017

Escudo da Comunidade (6): 1999, 2000, 2003, 2005, 2015, 2016

Falando sobre beIN Sports, Wenger disse: Eu sempre disse a mim mesmo que estaria deixando o Arsenal completamente. Essa foi a decisão que tomei.

Embora Wenger estivesse no comando da temporada doméstica dos Invincibles em 2004, e até tenha liderado o clube até sua única final da Liga dos Campeões até o momento, ele ainda enfrentava alguma oposição no final de seu reinado.

Ele acrescentou: ‘Eu administrei o clube em 1.235 jogos, tive bons e maus momentos lá, mas sempre tentamos defender os valores do clube. E acho que conseguimos.

Desde que deixou o cargo de técnico do Arsenal, Wenger assumiu o cargo de novo chefe de desenvolvimento global do futebol da FIFA.

Seu trabalho envolve impulsionar o crescimento e desenvolvimento do futebol em todo o mundo e ser membro dos painéis consultivos técnicos e de futebol envolvidos na revisão da IFAB, dando-lhe um papel a desempenhar em possíveis mudanças nas leis do jogo.

Fonte: www.dailymail.co.uk

Deixe uma resposta