Início Olimpíadas Pra mim, pra você, pra quem vive aqui!

Pra mim, pra você, pra quem vive aqui!

Parques Olímpico e Radical vão deixar importantes benefícios aos cariocas após os Jogos

Ganhar um presente é muito bom. Dois, então… É melhor ainda! Após o término dos Jogos Rio 2016, a Cidade Maravilhosa será contemplada com os benefícios que os parques Olímpico, em Jacarepaguá, e Radical, em Deodoro, ambos na Zona Oeste, deixarão pra mim, pra você, pra quem vive aqui.  Vem por aí mais educação, esporte, saúde e lazer!

PARQUE OLÍMPICO
No Parque Olímpico, ficará um dos principais legados sociais: uma das Arenas Cariocas (Arena 3) será transformada em um Ginásio Experimental Olímpico (GEO), beneficiando, aproximadamente, 1.000 alunos, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, que vão estudar em horário integral, em 24 salas de aula. O espaço também terá um laboratório de mídia e outro de ciências e duas salas multiuso.

Arena do Futuro, que sediará as competições de handebol e golbol, será desmontada e transformada em quatro escolas municipais. Além da Arena, o Estádio Aquático também será desmontado e se transformará em dois ginásios, que serão instalados, posteriormente, em outras áreas da cidade.

Da Via Olímpica vai surgir um parque carioca. Com seus 50 mil metros quadrados, o lugar terá praças, áreas de contemplação e de utilização esportiva, como ciclovias e quadras poliesportivas, além de áreas de convivência.

Das nove instalações que compõem o Parque Olímpico, sete serão mantidas pós-2016: Arenas Cariocas 1, 2 e 3, Parque Aquático Maria Lenk, Arena Rio, Velódromo e Centro de Tênis. A estas, serão acrescentadas, depois dos Jogos, uma pista de atletismo também de padrão olímpico e duas quadras de vôlei de praia, além de um alojamento para atletas de alto rendimento e de base.

PARQUE RADICAL
Cercado pelos bairros de Anchieta, Campo dos Afonsos, Deodoro, Guadalupe, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos, Parque Anchieta, Realengo, Ricardo de Albuquerque e Vila Militar, o Complexo de Deodoro faz limite com três municípios populosos da Região Metropolitana do Rio – Nilópolis, Nova Iguaçu e Mesquita –, que também vão se beneficiar do legado que os Jogos deixarão.

A área, que receberá as competições de Canoagem Slalom e Ciclismo BMX, será mantida para uso da população. No local, haverá um lago recreativo, um canal com uma correnteza leve, quadras poliesportivas, trilhas ecológicas, uma Clínica da Família, uma Nave do Conhecimento e muito mais.

Caion Alves
Jornalista esportivo, diretor geral do Cidade Olímpica e da rede Brasmarketing de conteúdo digital.
Artigo anteriorPorto Maravilha
Próximo artigoComplexo Esportivo de Deodoro

Deixe uma resposta

Artigos recentes

Artigos populares